O encontro do Circuito

Por Loris | Coletivo Retomada | Montes Claros (MG)
Foto de Capa por Renato Reis

3944325633_415c661540_o

Começou oficialmente ontem o II Congresso Fora do Eixo, que reúne no Acre, representantes dos coletivos que formam o circuito. A abertura do Congresso aconteceu no Horto Florestal de Rio Branco e além dos coletivos contou com a presença de gestores do SEBRAE de várias regiões do país.

Na ocasião, a redação conversou com Alex Lima que representa o SEBRAE do Acre, sobre esta parceria que está cada vez mais estreita com o Circuito Fora do Eixo.  Esta aproximação é bem vista por ambas as partes e já existe entre alguns destes atores em suas respectivas cidades, como por exemplo Goiânia e Fortaleza  onde esta parceria é bastante ativa e gera excelentes resultados.

Segundo Alex, ele conheceu o Circuito Fora do Eixo durante uma reunião com Pablo Capilé na Feira da Música em Fortaleza. “Ele explicou um pouco o trabalho que o CFE está  fazendo pelo Brasil e essa articulação em prol de uma rede de produção, de trocas solidárias. E isso é uma coisa que se encontra com o trabalho que o SEBRAE faz no Brasil, nós temos projetos de cultura, a maioria deles com música, e outros tipos de artes integradas. Começa a iniciar um elo e um circuito novo de parcerias que vem agregar a este trabalho e eu acho que o SEBRAE tem muito a ganhar com isso, com estas parceiras, esta rede, aprender muito com vocês e eu espero que o Congresso passe isso para a gente. Que a gente fortaleça isso nacionalmente, estamos com alguns gestores do SEBRAE aqui. A idéia é que a gente consiga fazer uma rede nacional”.

Na noite de lançamento, também procuramos Karla Martins representante do coletivo Catraia sobre a produção da quinta edição do Festival Varadouro. “O Varadouro migra de um espaço urbano para o que chamamos realmente de uma área mais arborizada, uma área de mais floresta onde possamos contemplar mais o conceito de festival da floresta, numa área onde há mais presença de árvores, um lago, a margem do rio Acre e brincando um pouco com a história do Acre, que dizem que foi onde tudo começou. Então nesses cinco anos, a gente espera estar fazendo um recomeço do festival”, explica a coordenadora de produção do evento.

Também aproveitamos a ocasião para conversar com Daniel Zen, secretário de cultura do estado do Acre e membro do coletivo Catraia, sobre a realização do congresso aqui em Rio Branco.  Segundo Zen, “O estado do Acre fica muito feliz em receber o congresso, de um movimento que hoje é um dos movimentos sociais com maior capilaridade, maior alcance dentro do Brasil. Como eu falava a pouco acho que a CUFA tem esse potencial, pouquíssimas outras associações, federações ou mesmo sindicatos tem esse alcance, essa representatividade e legitimidade que tem o Circuito Fora do Eixo.”

O Congresso é um momento muito importante para todo o circuito e está só começando. Você poderá acompanhar aqui pelo portal tudo que anda acontecendo no Congresso Fora do Eixo, ou pela transmissão da WebTV Fora do eixo pelo endereço: www.livestream.com/tvforadoeixo

Veja mais fotos clicando aqui.

Anúncios

Banco de Imagens

http://twitter.com/foradoeixo


%d blogueiros gostam disto: